sábado, 31 de outubro de 2009

TIRE AS SANDÁLIAS... Êxodo 3:5


“Tire as sandálias de seus pés, pois este solo é santo.”
Achei muito lindo quando minha prima Duca, me deixou essa palavra como ensinamento.
Quando descobri que podia rezar pelas pessoas e que coisas lindas aconteciam através da oração, danei a rezar pelos outros a torto e a direito. Não importava onde estava ou como eu estava, nem como a pessoa estava. Estava tão empolgada com o poder de cura da oração não somente curas físicas, mas espirituais, curas que Jesus realizava através da imposição de minhas mãos, daí fiz isso e assim. Então minha prima, que já é antiga na arte de rezar, pois rezar é uma arte maravilhosa, é um dom precioso que Deus nos concedeu e que se usarmos para o bem dá grandes frutos de santidade pessoal e comunitária. Ela me ensinou assim, apesar de termos a mesma idade, mas Duca é muito mais sábia que eu.
Disse que quando eu fosse rezar para quem quer que fosse, tomasse consciência do poder que estaria sendo me concedido nesta hora. Que pedisse ao Espírito Santo de Deus que me iluminasse para que Ele fizesse a obra sem que a mesma ferisse a alma da pessoa pela qual eu rezava.
Disse que nossa alma e espírito é algo muito santo, um lugar santo, ao qual não deveríamos ENTRAR DE QUALQUER JEITO. O que é entrar de qualquer jeito? Entrar nos sentimentos, partilhar da vida das pessoas e de suas coisas, coisas d’alma, sem ter o devido respeito que esse gesto merece.
Quando colocam seus sentimentos, ou eles são expostos através da oração, temos que ter muito AMOR e um grande zelo, para que depois de tudo revelado, não falemos de coisas humanas e não espirituais. Falemos humanamente e não divinamente. Falemos de coisas que temos guardadas em nós, frutos de nossas experiências, às vezes amargas e assim ao invés de sermos instrumentos de cura e libertação, façamos justamente o contrário disso.
Tire as sandálias... TIRE AS SANDÁLIAS DO PRECONCEITO.
Tire as sandálias... ESVAZIE SEU CORAÇÃO. DESNUDE SEU CORAÇÃO. TIRE AS SANDÁLIAS DO DESAMOR.
Tire as sandálias... ESVAZIE SUA MENTE, E FALE SOMENTE AQUILO QUE DEUS FALARIA A PESSOA E NÃO O QUE VOCÊ FALARIA A PARTIR DE SUAS EXPERIÊNCIAS NEGATIVAS.
Tire as sandálias... LIVRE-SE DE TUDO... LIBERTE-SE... SAIA DE SI E ENTRE NA REALIDADE DO OUTRO.
Tire as sandálias... DEIXE DE VER A VIDA DO OUTRO COM SEUS OLHOS E SE COLOQUE NO LUGAR DELE. VEJA-O COM OLHOS DIVINOS.
Tire as sandálias... TIRE A SANDÁLIA DA JUSTIÇA HUMANA E ENCHA-SE DE MISERICÓRDIA E COMPAIXÃO.
Ande livremente e de pés descalços para que não machuques a alma da pessoa que está ali para ser ajudada.
Tirar todas essas sandálias! Entre junto com o Espírito Santo e faça milagres na alma e no espírito dessa pessoa sofrida. Tudo em nome do Amado Jesus.
Falar? É fácil. Difícil é fazer isso.
Mas tentar podemos e devemos, né mesmo?
Abraço fraterno. Lourdes Dias.

2 comentários:

  1. Não tenho a menor duvida de que é assim que devemos proceder. Percebo que algumas pessoas quando recebem oração passam mal, ficam deprimidas, e o problema esta exatamente em quem orou, porque orou de qualquer jeito, não pos amor, não se solidarizou, não soube assumir com o outro o problema. Quando oramos por alguem devemos tomar esses problemas como se fossem nossos. e dar o devido cuidado a quem recebe a oração como se orassemos por nós mesmos, com amor com respeito, Sempre pedindo a Luz do Espirito Santo, Sempre Pedidndo que Jesus faça a Obra!. Parabéns pelo artigo. Perfeito.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada e volte sempre. Lembre-se cada vez mais santo, tá bem? Abraço materno. Lourdes Dias.

    ResponderExcluir